30.11.07

CAMBER PATINHO FEIO - NO PÔSTER


Trabalho finalizado. Esse carrinho é a prova da competência, da determinação e do sonho de quatro garotos de Brasília, que resolveram "brincar" de construir carros de corrida e chegaram em 2º na prova de estréia. Eles arriscaram e conseguiram brilhar. Vamos tentar então minha gente. Levante esse traseiro gordo do computador e vamos colocar os sonhos pra virar realidade. Isso é que faz a vida valer a pena.
CAMBER - PATINHO FEIO II (Ainda não terminei)

O Camber é tão interessante que resolvi fazê-lo de lado também. Ele é um desafio para entusiastas da área de desenho industrial e design automobilístico. Como explicar as formas desse carro. Ele segue a premissa de "Forma e Função"? Ele tem forma de que? Como explicar a concepção desse carro? Algum estudante de design arriscaria um palpite?

28.11.07

CAMBER - PATINHO FEIO

Ainda tem mais, tem mais.
CAMBER PATINHO FEIO - Põe feio nisso


Mas tem seu charme.

CAMBER PATINHO FEIO - ALEX DIAS RIBEIRO & CIA

Pois é, acho que minhas enquetes são fáceis demais. Tô frustrado...
Parabéns ao Marcelo de Brasilia. Foi assim que ele assinou o comentário do post anterior.
Para saber mais sobre esse carrinho que carrega muita história clique aqui: Http://www.obvio.ind.br/O%20Patinho%20Feio%20da%20Camber%20de%20Bras%C3%ADlia.htm.
E vamos em frente que...

27.11.07

TESTE SEUS CONHECIMENTOS!

Que bagaça histórica vai virar pôster agora, heim?!
Não vou dar dica nenhuma porque aqui tem um pessoal que bate logo o olho e mata a charada. Aí não tem graça, né?
Vamos lá, façam seus lances.

26.11.07

SEM TÍTULO Foto enviada pelo Luiz Águia, que pilota o Gordini. Quem será que está perdendo o controle da bagaça? Onde foi isso? E a galera contida apenas pela cordinha? Morria muita gente nesses "circuitos de rua?"
PIÚ BELLA (Que perfil)

Todos sabem que é uma Ferrari, mas qual modelo e ano de produção?
O QUE É ISTO?

Nonno Max envia esta foto maravilhosa. O que seria isto?
Um foguete alçando voo rumo ao espaço?
Ou um caroço de pequi chamuscado?

23.11.07

DIRETO DA ITÁLIA

Nonno Max me enviou esta foto em Preto e Branco, com um mecânico trabalhando na montagem de um câmbio antes de uma prova de F1. Daí, juntei com uma outra foto moderna, e surgiu a questão:
Evolução? Acho que precisamos de outro termo para explicar o quanto a Formula 1 cresceu e amadureceu nos últimos 45 anos. Que acham vocês ?
ÁGUIA NA TERRA TAMBÉM (Era BX?)

É legal acompanhar a cerreira de pilotos que se aventuravam pelas pistas brasileiras em um tempo em que automobilismo estava realmente mais para aventura que para esporte profissional.
Pois bem, nosso valente Águia gostava de comer poeira também, na verdade ele fazia a galera comer, pois parece que esteve muito na frente, né não Águia. (Taí a foto pra provar que o cara mandava muito.)
Conte como era passar do asfalto pra terra.

20.11.07

PROTÓTIPO KINKO

Tenho pra mim que se esse carro fosse pintado de azul e alguns detalhes brancos e verdes, ele ficaria parecendo um Matra. Um Matra tupiquiniquim, mas um Matra.

19.11.07

PROTÓTIPO KINKO (Vai virar um belo pôster, reserve o seu: mau917@gmail.com)


Bem, agora que demos uma olhada no passado do Águia, (depois vou mostrar mais coisas, tem muito mais), vamos ao desenho do KINKO, ora pois.

Espero poder concluir a ilustra do carrinho ainda amanhã.

CONCENTRAÇÃO TOTAL.

2 horas de Curitiba 1968, 1º lugar com Renault 1093, Equipe Torke.
E FOI DADA A LARGADA

Este instantâneo mostra toda a agilidade do Águia correndo para seu bólido de competições, o Gordini 1093, ladeado pelo Fusca (muito parecido com o Okrasa do Saloma) e de um Regente, certo? Esta foto é a sequência da foto mostrada no post anterior.
DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO (Eu sei, é batido mas funciona.)

Do baú do Evandro Águia vem esta foto, que ilustra muito bem como era o automobilismo no Brasil dos anos 60. Ao centro, vemos o Águia, (Parece o Borat, do filme de mesmo nome)
totalmente concentrado para a largada tipo Le mans, trajando o impecável uniforme de pilotagem confeccionado pelas dedicadas mãos de Dona Silvia, (ela fornecia macacões pra todos os pilotos, inclusive para os pilotos da Willys e da Vemag ).
O ano é 68, mas descubram vocês aonde foi esta corrida e se possível quem são os cavalheiros que ladeiam nosso amigo.

15.11.07

SAINDO DA ROTINA (feriado não posto nada vocês sabem)
Mas para o meu amigo Ararê, saio da toca.
Olhem o que ele me mandou.

Oi Maurício, boa tarde!

Eu sempre fui fã desse "baixinho", e que merece todo nosso respeito, Alex Dias Ribeiro, ou simplesmente "Alex".
Li seu livro "Mais que vencedor" em 1988 que ganhei de um amigo, e comecei a folhear esse livro outro dia quando me deu vontade de fazer uma arte do March-Hart de nº 23 o qual estou te enviando com carinho, espero que curta a ilustração!

Um grande abraço!

Ararê

14.11.07

SER OU NÃO SER...

O Paulo Sérgio Coimbra, profundo conhecedor das pistas brasileiras e suas histórias me enviou estas fotos de uma provável evolução do Prot. Kinko. Pergunto então: Seria mesmo uma evolução ou são outros carros? Quem souber que fale.

13.11.07

PROTÓTIPO KINKO NA PISTA (ÁGUIA CONTA MAIS UM POUCO)

Este protótipo foi construído pelo Salvadore Amato, ele era piloto de motociclismo, a mecânica foi feita pelos irmãos Takeo Tamaki e Chiro Tamaki, (eles são japoneses e seus pais nasceram em Yokohama, que era chamada de "Kinko " que significa Porto do Ouro).
Ele nos trouxe muita alegria...o grande adversário era o Protótipo Snobs do Eduardo Celidonio, que tinha um motor em V de 4 cilindros - muito mais potente, mas que quebrava. Nosso carro foi o 1º colocado da categoria Mecânica Nacional nos 1500 kms de Interlagos de 1970 e 4º na geral, somente atrás de duas Alfa GTA e uma BMW.
PS. do Maurício: Que pista era essa, e esse sacarolha que lembra Laguna Seca? Que coisa mais linda.

12.11.07

PROTÓTIPO KINKO E LUIZ EVANDRO ÁGUIA


Num curto espaço de tempo tenho tido o privilégio de conhecer pessoas admiráveis e com histórias de vida sensacionais. Homens que trabalharam em prol de seus sonhos e que com suas mãos tornaram realidade cada um deles.
Começou com o nobre Sidney Cardoso, depois o combatente Ricardo Achcar, o empolgante Massimo Pedrazzi, o historiador Mestre Joaquim, o homem das estatísticas Ricardo Cunha. Os blogueiros jornalistas, Flávio Gomes, Luís Pandini, Renato Bellote, Saloma, com quem tenho aprendido muito sobre automobilismo e a própria blogosfera.
E já que estou falando de tanta gente devo citar também oa artistas do pedaço. O refinado Ararê, o eclético Bruno Mantovani, o moderno Marcel Marchesi.
Através do blog também tive a honra de conhecer o mecenas do automobilismo brasileiro Paulo Trevisan, com quem tenho travado um contato bem produtivo.
Pois bem, depois de toda essa introdução quero dizer que há espaço para mais pessoas que tenham histórias para contar e imagens para publicar.
Semana passada, ao abrir meu e-mail me deparei com uma mensagem do Luiz Evandro Águia,
que correu com o Protótipo kinko. Ele me enviou fotos, que estarei postando ao longo da semana.
É isso, espero não ter esquecido de nomear ninguém, minha cabeça já não guarda tudo o que gostaria que guardasse.
No próximo post vai o depoimento do Águia sobre quem são os japinhas que estão com ele na foto acima. (De cara já digo que não são mecânicos que foram trabalhar na equipe Honda de F1,
depois que a equipe Kinko se desfez, como diria o Flávio Gomes).

8.11.07

DIRETO DA ITÁLIA
Alfinha disputando curva num campeonato de clássicos realizado na europa.

Duas Ferraris descansando após embate nas pistas. Fotos gentilmente enviadas pelo nonno Max Pedrazzi. Grazzie. (escrevi certo?)

1.11.07

AINDA NO CLIMA DOS GORDINI

Esse anúncio chupei lá do site www.gordini.com.br. Esse carrinho andava mesmo?
Tive um tio que conduzia um gordini branco com interior vermelho.
Meu pai tinha um fusquinha marrom bem clarinho, tipo café com leite...E parecia haver alguma rivalidade pra mostrar quem tinha o carro mais bacana.
Eu era menino, mas sentia o clima de rivalidade.