31.10.11

Porsche 935 IMSA CAMEL GT


Este post não é pra falar de cigarros, que eu considero a maior prova da burrice humana.
Nem tampouco comentar a pose de galã mexicano do rapaz que está segurando a prova
da burrice da humanidade em suas mãos.
Os dois elementos citados, o cigarro mais o esquisitão, não conseguem diminuir a beleza
do belíssimo 935 que se impõe por si só. É um carro de corridas muito bonito de se olhar.
Causa um impacto visual tremendo. A Camel deve ter vendido muitas carteiras desse veneno
usando a poderosa imagem do Porsche .
Me lembro que esse carro e o boiolão figuraram uma campanha com várias fotos impecáveis
no fim dos anos 70. Para ser mais exato1978 ou 79 .
Se eu achar mais fotos dessa campanha posto aqui, e se você tem guardado em sua
Motor Trend ou Car & Driver escaneie e compartilhe conosco, ok?

9 comentários:

danilo kravchychyn disse...

Maurício,

As propagandas de cigarro sempre foram muito bem feitas, assim como as de bebidas e outras porcarias, mas não há como não admirar o Porsche. De fumar não tenho a mínima vontade, mas adoraria pilotar a máquina.

Abraço,

Danilo Kravchychyn
Ponta Grossa - PR

Mauricio Morais disse...

Danilo achei mais duas fotos dessa campanha, numa delas tem essa estradinha aqui desse post aparecendo quase inteira. Imagino acelerar essa máquinas nela, uff.

Francisco J.Pellegrino disse...

Joguei fora mais de 40 anos da minha vida fumando...o Porsche émuito bacana mesmo.

Mauricio Morais disse...

Fumar é uma merda mesmo, só na velhice é que se sente os efeitos dessa droga. Ainda bem que vc parou Chicão.

Paulo Levi disse...

Não sei se veicularam uma versão desse anúncio nos chamados mercados hispânicos, mas considerando a pose do mancebo o título deve ter ficado assim: DÓNDE LOS HOMBRES SE ENCUENTRAN.

Mauricio Morais disse...

Paulo acho que essa campanha não aportou por aqui.

Migdonio disse...

Tenho fotos desse carro que tirei ao vivo!

Mauricio Morais disse...

Mig, meu e-mail é mau917@gmail, caso queira compartilhar as fotos conosco, levando os devidos créditos, of course!

Humberto Corradi disse...

A pintura do carro ficou agressiva.

Valeu