23.10.11

ERMINE

Nem só de Ferraris e Alfas vive o reino da bota. Conheça ERMINE,
uma fabricante de carros de corrida italiano que deixou sua marca nos anos no fim dos anos 40 e 50.

Pasquini Ermine era um antigo mecânico da Bugatti, Talbot e outras marcas famosas dos
anos 20 e 30, que depois da II Guerra Mundial resolveu deixar sua marca nas
pistas de corridas construindo carros de cilindrada em torno dos 1000 cc.

Apreciem algumas fotos desse fabricante que pode não ter sido uma Ferrari,
mas que tinha seu charme e fez um relativo sucesso nas pistas do mundo.







8 comentários:

Joel Marcos Cesetti disse...

Lindos, parecem brinquedos.

Mauricio Morais disse...

Essa foi a impressão que tive ao ver essas fotos Joel. Tão pequenos e aparentemente frágeis.

Francisco J.Pellegrino disse...

Una altra picolla macquina italiana....belo !

Levindo (Vico) Santos disse...

Maurício, quando puder, favor me enviar um e-mail com seus contatos, incluindo endereço e CEP; quero lhe mandar um presentinho...

Abraços,

levindo.santos@terra.com.br

Mauricio Morais disse...

Opa estou mandando agora via e-mail, obrigado Levindo.

Humberto Corradi disse...

Belo post! A gente sempre pode aprender um pouco mais...

Valeu

Rui Amaral Jr disse...

Como disse o Chico, na Itália de pós guerra muitas marcas de pequena cilindrada foram construidas. Brigavam em outra categoria e muitas foram vencedoras,lindas.
Valeu Mauricio...

Paulo Levi disse...

A foto do piloto com os braços levantados é genial. Me fez lembrar o Vittorio Brambilla, que ao vencer o GP da Áustria de 1975 (ou terá sido 1976), fez esse mesmo gesto em sinal de júbilo - e acabou com a frente do carro num guard rail.