21.3.11

O ASSUNTO AINDA É A SUPER VÊ

Alguém se lembrou do Kaimann Super Vê, outro carro que também fez muito sucesso nos anos 70.
O Kaimann era produzido sob licença no Brasil pelo piloto Max Pedrazzi e virou pôster faz alguns anos.

6 comentários:

danilo kravchychyn disse...

Maurício,

Maravilha, num momento tão difícil do automobilismo brasileiro, recorrer às imagens dos anos de ouro do nosso esporte é muito bom.

A tocida fica para o sucesso da Fórmula Vee, do Mestre Joca, que já decolou e passa a ser a esperança de surgimento de novos nomes.

Um grande abraço,

Danilo Kravchychyn
Ponta Grossa - PR

Rui Amaral Jr disse...

Mauricio, não estou conseguindo abrir a página.

Anônimo disse...

O piloto Max Pedrazzi partecipou aqui na Inglaterra de prova em Silverstone e o conhecemos, um senhor muito atencioso, tiramos umas fotos com meus filhos e nos contou ter sido protagonista nas corridas brasileiras nos anos '60 e '70.
Correu com um Porsche 910 maravilhoso.
Nao sabia que tinha partecipaçao na Super V brasileira apesar de nesta época ainda morar no Brasil.

Mauricio Gomes de Freitas
Londres

Mauricio Morais disse...

Sim, xará, o Max construiu os Kaiman sob licença e também um protótipo de Divisão 4 o Sabre, belo carro com mecânica VW. Hoje ele representa a Chamonix na Itália e corre em campeonatos de clássicos pela europa, normalmente com um Porsche 911 amarelo. Ele é uma simpatia de pessoa.

Anônimo disse...

O Ingo Hofmann nao correu com o Kaiman ?
Jairo

Mauricio Morais disse...

Não sei Jairo.