31.1.11

TESTEIRA DO MÊS DE MARÇO

Vocês sabem que todo mês haverá uma testeira nova abrindo este blog.
Não há uma lógica para a escolha, depende do momento, se há algum carro
interessante em evidência na mídia ou algum fato que se relacione com minhas
artes. É tudo muito subjetivo.

Mas, se você quiser deixar uma sugestão de carro para as próximas testeiras
deixe aqui, nos comentários, sua dica que vou ver se dá pra atender, ok?
Pôster mostrando o momento em que a ALFA P 33, pilotada por José Carlos Pace, o  Moco, ultrapassa o KG/Porsche da equipe Colégio e Instrução, pilotado por Sidney Cardoso.

9 comentários:

Joel Marcos Cesetti disse...

Gostaria de ver o 917 da Martini.
(claro a sua ilustração)

Mauricio Morais disse...

Anotado!

Rui Amaral Jr disse...

Fantástico!

Abs

Rui

Jovino disse...

Mauricio,
Dois carros que me lembro no momento: o Simca Abarth que correram no Brasil e que foram devolvidos, mas não foram e um Auto Union, da década de 30 pilotado pelo Tazio Nuvolari.
Jovino

Ron Groo disse...

Lindona....
Já escolhi o poster do corcel. depois de mando por email o endereço e você me manda a conta pra eu depositar.

Ah e claro, qual poster escolhi.

danilo kravchychyn disse...

Maurício, este foi um dos pôsteres que adquiri, lindão. A Alfa P 33 é uma paixão de garoto, assim como o Posche 908/2 do Luizinho Pereira Bueno. Aliás, a biografia do Peroba é uma das próximas aquisições programadas.

Um abraço,

Danilo Kravchychyn
Ponta Grossa - PR

Mauricio Morais disse...

Valeu Rui.
Anotei Jovino.
Ok, Ron.
Danilo, você tem bom gosto.

d'Assis Cordeiro disse...

Parabéns Maurício, este está um espectáculo. Com vários carros é mais complicado.
Eu só para ano é que me vou meter nessas.
Espero que já esteja a 100%.
um abraço
Ricardo

Sidney Cardoso disse...

Maurício
Vendo a ilustração que saudades...

Você fez essa ilustração de uma foto onde aparecem esses dois carros. Foi nas Três Horas da Guanabara 1969. O José Carlos Pace, Moco, chegou em primeiro e eu em sétimo.

Nesta corrida não estava com o motor Porsche 2.000 porque ele estava quebrado, estava com um motor VW 1.600. Eu corri com o motor Porsche 2.000 nas Três Horas da Guanabara 1968.

Nesta corrida da foto e ilustração, 1969, no treino de classificação o Moco bateu o recorde do Autódromo do Rio com o tempo de 1m 28s 8d. Foi inesquecível!!! Ele andou de lado em todas as curvas do autódromo. Essa Alfa P33 tinha seis marchas que lhe proporcionava uma boa distribuição de tração em todo o circuito. E viva o Moco! Um dos melhores piloto que já vi em ação.