27.3.10

TIRINHAS DA FÓRMULA 1


Estou trazendo à luz, hoje, um velho sonho. Criar uma turminha de pilotos que possa simbolizar um fato ocorrido nas corridas, treinos ou nos bastidores da Formula 1. No início serão só no traço, depois se a idéia agradar passarão a ser vetorizados e coloridos.
Enviem idéias, sugestões de assunto, críticas, o que quiserem.
Espero que gostem. Ah, eles precisam de um nome, me ajudem a criar um, ok?

26.3.10

VAMOS VETORIZAR 10! FINAL


Trabalho finalizado. Nem cheguei à meia-noite, e estou inteiro...tudo bem que uma dorzinha no ombro, nos tendões das mãos, os olhos ardendo e as pernas dormentes são coisas passageiras, he, he.
Foi legal compartilhar com vocês esse passo-a-passo, espero que tenham gostado.

VAMOS VETORIZAR 6 ! Detalhe santantonio

VAMOS VETORIZAR 9 !


Um dia inteiro longe do computador dá nisso, atraso da obra.
Porta, ok, escapamento e reflexo, ok, rodas finalmente acabadas, ok,
pra completar o check list faltam: Habitáculo de motorista,
para-brisa com reflexos, mala traseira, santantônio cromado, sombra do chão.
É, acho que antes da meia noite termino, se a L.E.R. deixar, claro!

POR DENTRO DA HSTÓRIA DO CORVETTE


Recebi e repasso esta dica fantástica do Carlos Scheidecker, do blog Corvette Brasil.

Maurício, Esses videos são muito bacanas, mostram Duntov trabalhando e imagens inéditas do Corvette. Melhor, estão legendados para quem não fala Inglês. um abraço, Carlos Blog: Corvette Brasil Postagem: A história do Corvette em video Link: http://corvettebrasil.blogspot.com/2010/03/historia-do-corvette-em-video.html

24.3.10

VAMOS VETORIZAR 8 ! 50% pronto?

A frente está terminada!? Bem, nunca se sabe. Por vezes fico na frente da arte por horas buscando alguma coisa fora de lugar ou que está faltando...

Ouvi certa vez a história de um pintor que ia ao Louvre "terminar" suas obras. Ele sempre acabava preso!

VAMOS VETORIZAR 7 ! Detalhe da roda.


Bem, vamos retomando a construção do carro.
Neste post mostro a roda com todos os seus detalhes. Note que são apenas os traços, sem as cores, sombras e reflexos.
Se eu fosse escolher a roda mais difícil de se fazer, diria que é a "bolo de noiva" dos antigos Puma e que também aparecem em alguns fuscas encrementados dos anos 60.

23.3.10

VAMOS VETORIZAR 6 ! Detalhe da frente


Detalhe de como luz e sobra definem o volume da carroceria.

VAMOS VETORIZAR 5 !


Terminada a maratona da roda, passamos às cores!
Este é o primeiro estudo, é preciso achar a paleta de cores correta, que corresponda
à pintura do carro. Daí, uso a ferramenta "conta gotas".

FUSCA ORNAMENTADO


Você é daqueles que gostam de dar uma personalizada no seu carango?
Que tal este Fuca, digamos, tunado à moda do freguês!?

22.3.10

VAMOS VETORIZAR 4 !


Ok, falta pouco agora para jogar uma tinta neste bólido.
Se você quiser imprimir e pintar fique à vontade.

DICA DE BLOG - CORVETTE BRASIL


CORVETTE BRASIL - Maior conteudo sobre Chevrolet Corvette na língua Portuguesa.
Clique aqui pra ir lá!
Tive o prazer de conhecer o Carlos Scheidecker, autor do blog sobre Corvettes e que também escreve para o rico Auto Entusiastas. Vale a pena acompanhar e saber tudo sobre os Vettes.

VAMOS VETORIZAR 3 !


Esta primeira fase de traçar as linhas está quase no fim.
O Cobra é um carro cheio de detalhes como todo carro dos anos 50/60,
as rodas são um capítulo à parte.
Depois virão as cores e sombras, sempre buscando reproduzir
a textura de cada material. (Aço, vidro, borracha, madeira do volante, etc.)

VAMOS VETORIZAR 2 !

VAMOS VETORIZAR!


Faz tempo que não coloco um passo a passo aqui. Acompanhe pois o nascimento de mais uma ilustra.
Depois dou mais detalhes do carro.

9.3.10

EVENTO BOM COMEÇA PELO CARTAZ!

Alguém sabe quem fez esta pintura do Bird entortando a Berlineta?
Coisa linda sô!!
O PrPeralta matou a charada. Obra do Solaris o link para seu site é este aqui: www.paulosolaris.com.br/

6.3.10

DECA NEWTON ALVES



Atualizando: A abertura das rodas traseiras era maior.

Newton e sua cria.

REUNIÃO DE VETERANOS - FOTOS

Luigi Ciai e o anfitrião Renato Salvi

Luigi Ciai e Sidney Cardoso

Luigi Ciai e Vicente Domingues

Luigi e Bird Clemente. Infelizmente não tenho o nome do senhor de camiseta escura ao lado do Ciai.

REUNIÃO DE VETERANOS

Devo explicações aos amigos: Recebi este material do Sidney Cardoso no começo da semana, mas por problemas na minha internet só consegui publicar hoje. Me desculpem, Maurício Morais.

Caro Maurício

Passei um sábado maravilhoso. Renato Salvi - que você conhece bem - é apreciador de carros e automobilismo, ele costuma promover uns encontros em sua casa para a turma jogar conversa fora contando seus “causos” sobre esses dois assuntos.

Renato, como já haviam me dito, comprovou que é um excelente anfitrião. Além disso, após anos de distância, devido termos perdido o contato, tive o prazer de rever pela segunda vez, nesses últimos cinco meses, Luigi Ciai, renomado mecânico de corridas. Ciai foi preparador das Berlinetas dos irmãos Sérgio e Heitor Peixoto de Castro e de muitos outros pilotos. Tornamo-nos amigos naquela época e volta e meia ele era perturbado em sua oficina por mim ou por meu irmão Sérgio Cardoso atrás de algumas peças ou motores. Fiquei sabendo por ele que Sérgio uma vez o acordou de madrugada atrás de peça.

Como falei, após anos sem vê-lo, havia me reencontrado com Ciai há cinco meses atrás, foi no Forte de Copacabana, 05-09-2009, no Encontro de Carros Antigos, aquele que Bird Clemente foi e fez uma ótima palestra. Por sinal, com o Bird foi quase igual, estávamos há anos sem nos vermos pessoalmente, a diferença é que com o Bird nos correspondíamos por tel. e por e-mail.

Ciai foi várias vezes campeão de motocicleta na Itália, veja nesse link um pouco de sua vida contada pelo amigo Nélson Cintra:

www.autoclassic.com.br

Estava presente também Newton Alves, piloto da minha época que correu de Fórmula Vê, DKW e Chevette. Por sinal, dividindo a pilotagem com Amauri Mesquita num Chevette, a dupla foi vencedora da classe A nas 25 Horas de Interlagos 1973, essa corrida foi realizada em 25-08-1973, segundo me contou. Também fiquei sabendo nesse encontro que “Newtinho” também corria de motocicleta, esses dois últimos fatos não sabia devido nessa época estar afastado dos autódromos tratando da saúde.

Completando os presentes estava João Rocha Lagoa, engenheiro mecânico, que ainda não tinha tido o prazer de conhecê-lo e que é um expert em automobilismo.

Por pequenos e minuciosos detalhes que captei de sua agradável conversa, pude constatar que ele era freqüentador assíduo do Autódromo de Jacarepaguá, como nos falou. João sabe muito sobre as corridas não só daquela época, como as anteriores e as atuais. Mais quer saber qual foi a maior SURPRESA?... Ele freqüenta constantemente seu blog, o do mestre Joca e o do Saloma, apenas nunca deixou comentário, só lê. Comentou conosco sobre várias ilustrações sua e muitos assuntos que saíram nos blogs do Joaquim e Salomão. João, como disse, sabe muito sobre automobilismo e é de uma simplicidade de fazer inveja aos monges franciscanos. Solicitei a ele que não faça mais isso, pois está nos privando de muitas informações e papos gostosos nos blogs, vamos ver se nos atende e deixa a timidez de lado.

Bem, Maurício, em 30-03-2008, no Encontro de Carros Antigos do Clube da Aeronáutica da Barra da Tijuca, que Amauri Mesquita sempre promove, tirei muitas fotos da Deka do Newton Alves, a famosa Gigi.

Essa Deka é toda incrementada, veja algumas de suas especificações: motor 1.0 AT do Gol, (Obs. Não é AP); álcool com turbo pressão 0,4 bar no turbo; nitro com giclê 0, 20, sendo liberado o nitro acima de 6.500 RPM, tendo três bicos injetores extras; freio a disco nas 4 rodas.

Anteontem, na casa do Renato, falei com “Newtinho” que sua Deka tinha um visual lindo e que merecia ser ilustrada por suas mãos. Felizmente ele concordou e estou te enviando em anexo as fotos dela.

Veja se não é linda? Aposto que vai ser mais uma de suas inesquecíveis ilustrações.

Forte abraço,

Sidney Cardoso



3.3.10

FACEMOTORS - Nova Comunidade Social


Acabei de me cadastrar na mais nova comunidade social voltada para o assunto carros,
esportes motorizados, pilotos, etc.
Achei a idéia interessante, apesar de me perder nesses lugares.
Sou indisciplinado para ficar visitando, diariamente, fóruns, orkuts, MSN.
Não tenho Twitter e amigos me "obrigaram" a ter um Facebook, que até hoje não entendi
como funciona.
Sou meio burro mesmo e não tenho tempo pra me encher de tanta informação e etc e tal.

Mas enfim, o Facemotors tem uma proposta mais focada e isso me agradou.
Ainda está em testes, mas em minhas andanças por ele não ví nada de anormal.
Enchi de ilustras minhas lá, fiz um bom "merchan", será que pode?!

Leiam uma parte do e-mail que o pessoal do site me enviou e depois, se quiserem, "enjoy"!
Clique aqui pra ir lá: http://www.facemotors.com.br/home.php

'...SUA GARAGEM NO FACEMOTORS JÁ ESTÁ FUNCIONANDO.
VOCÊ JÁ PODE POSTAR ÁLBUNS DE FOTOS E VÍDEOS, ADICIONAR
AMIGOS, MONTAR SEU MURAL DE ADESIVOS, ENVIAR RECADOS,
CRIAR E PARTICIPAR DE COMUNIDADES E ETC. "

1.3.10

ARTE AUTOMOTIVA APLICADA


Pesquei esta imagem no excelente blog "Paixão por Fusca" (clique aqui pra ir lá).
O que chamou minha atenção foi o espaço maravilhoso que a revista deu ao desenho.
Um cartoon bem resolvido e feito à mão. Legal pacas.
Aí me ocorre o seguinte pensamento: Porque aqui no Brasil as revistas de automóvel não usam desse recurso para enriquecer suas edições?
As capas seguem sempre a mesma fórmula de encher o freguês com todo tipo de informação que acaba se perdendo no final da conversa, criando uma cacofonia visual resultando num efeito corntrário ao desejado, ou seja, o olhar do comprador(leitor) acaba buscando a capa de leitura mais agradável.
E existe coisa mais agradável que uma bela ilustração? Independente da técnica executada?

Onde foi parar a criatividade e o bom gosto dos nossos editores de arte e designers responsáveis pelo layout das capas e páginas? Onde foi parar o ousadia dos criadores e editores?
Falta de artistas é que não é. É só dar uma olhadinha pelo anuário TALENTO, que reúne artistas de todas as matizes, pra ver que gente boa para a terefa existe.
Basta procurar na internet que outros aparecerão.

Você pode dizer que estou advogando em causa própria, sim e daí, estou na verdade levantando uma bandeira, pequenina, solitária, mas que se depender de mim sempre estará estendida ao vento, pra quem quiser ver.