ARTE AUTOMOTIVA APLICADA


Pesquei esta imagem no excelente blog "Paixão por Fusca" (clique aqui pra ir lá).
O que chamou minha atenção foi o espaço maravilhoso que a revista deu ao desenho.
Um cartoon bem resolvido e feito à mão. Legal pacas.
Aí me ocorre o seguinte pensamento: Porque aqui no Brasil as revistas de automóvel não usam desse recurso para enriquecer suas edições?
As capas seguem sempre a mesma fórmula de encher o freguês com todo tipo de informação que acaba se perdendo no final da conversa, criando uma cacofonia visual resultando num efeito corntrário ao desejado, ou seja, o olhar do comprador(leitor) acaba buscando a capa de leitura mais agradável.
E existe coisa mais agradável que uma bela ilustração? Independente da técnica executada?

Onde foi parar a criatividade e o bom gosto dos nossos editores de arte e designers responsáveis pelo layout das capas e páginas? Onde foi parar o ousadia dos criadores e editores?
Falta de artistas é que não é. É só dar uma olhadinha pelo anuário TALENTO, que reúne artistas de todas as matizes, pra ver que gente boa para a terefa existe.
Basta procurar na internet que outros aparecerão.

Você pode dizer que estou advogando em causa própria, sim e daí, estou na verdade levantando uma bandeira, pequenina, solitária, mas que se depender de mim sempre estará estendida ao vento, pra quem quiser ver.

Comentários

MaiconRacer disse…
Bela idéia!!!!.... segue aqui mais um belo exemplo do uso da arte...

http://2.bp.blogspot.com/_MvoS0Y8Z1WI/S4sLcHdg_WI/AAAAAAAAB28/gK6lpILB1XE/s1600/sebringPoster-2010.jpg
Goodtimes disse…
É realmente uma pena que nossos periódicos não lancem mão desta ferramenta de comunicação tão excepcional que é a ilustração. Dá um tom mais intimista à mensagem que se quer passar.
A propósito: gostei da nova casa.
Parabéns!
Com a revista FuscaAtivo Magazine tento fazer dela uma alternativa dedicada ao Fusca e derivados com um estilo diferente. A fotografia e o design prevalecem nas minhas edições, mas uma coisa curiosa é que a maioria dos leitores não está muito habituado... Nós ligados as artes temos uma idéia, um projeto e queremos torna-lo realidade! Agora também como editor deparo-me com inúmeras dificuldades que passam também por ter que agradar a conceitos estéticos de uma grande maioria. Não é fácil!!! Por isso criei a revista FuscaAtivo Magazine Online e faço dela um balão de ensaio permanente até conseguir um público interessado e com outros conceitos estéticos próximos dos meus. O que eu acho, sinceramente, é que é preciso ter uma cultura estética que seja compreendida pela maioria e aos poucos introduzir conceitos novos e arrojados, para que se possa "educar" artisticamente o público em geral. Leva tempo e temos que ser pacientes e sapientes! Da minha parte lanço o desafio para os designers gráficos de quiserem participar com as suas ilustrações na revista FuscaAtivo Magazine Online, entrem em contato e visitem o site www.fuscaativo.com.br

Abraço e parabéns pelo trabalho gráfico!
Nuno Canastra
parabens pela ideia Mauricio

Abraços

Fernando Gennaro
Mais uma vez essa bandeira é hasteada por você meu amigo "missionário ilustrador", mas ela não é mais pequenininha e também não está mais solitária.
Estou junto com você nessa "caminhada" Maurício.
Apesar dos buracos nessa "estrada", vamos seguindo em frente com nossa paixão pela arte e pelos automóveis, com determinação e fé de que um dia chegaremos lá.
Como o amigo Nuno disse aí em cima: temos que ser pacientes e sapientes por que isso leva tempo.
Às vezes a gente se cansa dessa espera mas a paixão pela arte, em especial pela automotiva, é mais forte, então botamos o pé na estrada novamente.

Vamos aceitar o "desafio" do Nuno Canastra?!

Um abraço à todos os apreciadores da arte automotiva.
Mauricio Morais disse…
Maicon obrigado pelo link, muito legal.
Luciano, compartilho de suas idéias, obrigado.

Nuno, sua esposição foi muito lúcida e acho que é por aí mesmo. Precisamos sacudir o marasmo das fotografias editadas no phosotshop. As páginas das revistas e livros automotivos merecem um pouco de tinta, rabiscos de lápis e nanquim, mesmo que virtuais. Eu topo o desafio, e acredito numa parceria maravilhosa entre os periódicos e os ilustradores.
Além do que, seria um grande diferencial para aqueles que "ousassem" usar ilustrações em suas matérias.

E fico muito feliz que meu irmão de trincheiras e pincéis se uniu a para encarar esses desafios. Bem vindo à luta Ararê, aliás, você já é velho de guerra!