1.8.10

O VELHO GAGÁ


Sempre desconfiei que houvesse algo de estranho no tal alemão
que "conquistou" 7 títulos mundiais de formula 1.

No fundo, no fundo, sempre questionei a maneira como este senhor alemão
acumulou saus façanhas. Não precisamos lembrar como ele jogou seu carro
sobre seus concorrentes, por várias vezes, as images ainda estão claras em nossas mentes,
não precisamos lembrar a forma como ele conduziu a equipe Ferrari durante os anos por lá passados.

Tudo isso daria pra relevar. Mas eu comecei achar que este senhor alemão era mesmo um cara estranho quando ele e seu irmão, participaram de um fim de semana de GP com a mãe morta.

Os caras não titubearam, a mãe morreu e els foram disputar uma corrida...
Talves a culpa tenha sido mesmo da mãe, que não soube ensinar seus pimpolhos que o que se leva dessa vida são valores maiores como amor, respeito, companheirismo, lealdade, etc.

Competir a qualquer preço e custo não vale a pena.
Fazer jogo sujo pra se conseguir um reconhecimento ou medalha, também não vale a pena.
Schumy demosntrou hoje que precisa de repouso (leia-se sanatório, hospício), nada justifica a atitude antidesportiva, criminosa sobre Barrichello ou quem quer que fosse.

O cara é um desequilibrado e precisa ser afastado.

10 comentários:

teca disse...

Boa, Maurício! Gostei do comentário!

\o/ \o/ \o/

Beijos e uma ótima semana.

Goodtimes disse...

Eu gostei de um comentário postado no Twitter: "O Schummi sempre foi uma espécie de Dick Vigarista da F1".
Ótima comparação.

Francisco J.Pellegrino disse...

Deveria ter continuado na sua aposentadoria...muito boas as suas palavras....ele é um decrépito.

Ricardo Cunha disse...

Defender a posição é uma coisa, isso que ele fez não tem justificativa... Perder dez posições de largada na próxima corrida foi pouco...

Um abraço.

Ricardo Cunha

Tohmé disse...

indefensável...

João Carlos Bevilacqua disse...

Poderia estar curtindo suas pantufas com formato de camundongo, de roupão de banho, barba por fazer, despenteado, assistindo a TV, tomando vodka com energético, sem ter mostrado ao mundo como está decrépto.
Aposentadiria pelo inss nele...

Paulo Coimbra disse...

Parece que a F1 desde 1994 está lotada de histórias no mínimo estranhas, Maurício.
O mais novo herdeiro da linhagem PODRE da qual Schumacher e ALONSO ao professores é Vettel, que de mansinho coloca seus tentáculos à mostra.
Sem contar os dirigentes..., primorosos nas maracutaias...coisa similar ao comportamento político brasileiro...
abracos Maurício! Parebéns pelo blog!

Julio Cesar disse...

Olá Maurício...bom...de sua postagem não tiro nem a marca da digital que está na minha tela.Perfeito.
...puxa!...e eu que 'pensei' que 'ele' tinha voltado 'pelo prazer', pela 'diversão' como dizem certos jornalistas-zinhooos que deveriam fazer companhia para ele nesse 'spa' que voce sugere. Alias...esse ano...não sei o que tem me espantado mais:
os escandalos, estapafurdias da F1 (em verdade, isso não me espanta porque há tempos não vejo nenhum esporte limpo...nem mesmo a F1. Dinheiro não compra a alma...mas sim ha muitos que vendem sua alma por ele) VERSUS a péssima qualidade jornalistica dita especializada (que bom que existem blogs, principalmente de ex-pilotos meeeeesmo...e de gente que viveu até aqui tornando-se enciclopédia viva do automobilismo). Pior dos que os feitos, ou malefeitos, são as 'redações' (redações?...fazem é turismo e escrevem qualquer porcaria...)de pessoas que 'estãaaaao' inseridas alíiii...no Paddock...na porta da Fabrica... Meu deus!...quanta asneira...e aí, recente e não menos amado amigo Maurício...fico felicissimo com o avanço tecnológico que nos permite encontrar blogs como esse, de pessoas da melhor estirpe, de trabalho magnífico, e que reconhecem a ética apenas pelo cheiro.
Uma boa semana a você e foi muito boa pausa da arte para esse quase manifesto ou espanto incontido.
Parabens.
Valeu.
Abraço.
Julio

Rui Amaral Jr disse...

Caro Mauricio, tentei comentar ontem mas não consegui. Parabens pelo post. Nunca achei o Schummi tudo isso como piloto e muita gente sempre discordou de mim. A grande cápacidade dele foi pilotar grandes carros e sacanear seus companheiros. A atitude dele contra o Barrichello foi desonesta como toda sua carreira. Pretendo um dia escrever sb os 5 campeonatos dele na Ferrari, me aguarde!!!

Um abraço

Rui

Hugo Reis disse...

Caro Maurício,

Essa é só uma forma de ver as coisas... Eu achei que o facto de eles terem corrido naquele fim de semana da morte da mãe foi apenas um sinal de profissionalismo e terem corrido exraordinariamente para no final dedicar a victória à mãe um sinal de profundidade. A emoção dos dois no final era igual à de qualquer ser humano sensível.

Também não gostei do episódio com o Rubens mas acho que não podemos ver como desumana aquela vontade de ganhar. Há uns anos havia outro piloto que não sabia perder e de quem todos gostávamos muito, que usava um capacete verde e amarelo. :) Pessoalmente, estava longe de ser uma pessoa encantadora, mas nem por isso deixo de ser um ídolo de muitos.

Abraço e parabéns pelo seu trabalho,
Hugo Reis do Porto, Portugal.