11.8.09

CARTAS DO SUL





Corridas ainda tem Carreteras e Veteranos no palco !

Prova Subida de Ladeira (Osório / RS)
Taça Breno Fornari

OBS: Na primeira foto : Antonio Miguel Fornari, Alexandre Fornari, No Colo Otávio Fornari (Neto de Breno) e Carlos Alberto Fornari.

A história se repete!

Quando criança, o ronco das Carreteras e dos carros de corrida sempre nortearam meu quintal. Além de ter um pai de comportamento pra lá de automobilístico tudo aquilo era mais do normal. Para somar a este contexto, meu vizinho também era automobilista, e assim como meu pai Breno, este vizinho era Aldo Costa outro desmiolado da Simca, somava-se a um complexo grid de largada. Assim eu podia brincar com todos, porque em qualquer corrida que aconteceria, eu tinha dois ídolos para torcer: Ídolo Pai e ídolo vizinho.

Assim, por mais de duas décadas as corridas, ronco de motores, folias e estripulias automobilísticas habitaram o mundo de uma criança um tanto diferente, apaixonada por carros e pilotos .

Mais do que rápido, as corridas de rua se foram, as Carreteras esquecidas e o Simca aposentado. Derrepente parecia que a magia do quintal, aquele fundo sonoro dos motores tinham se apagado. Não havia mais graça alguma.

Alguns diziam que o mundo mudara que o homem tinha pisado na Lua, e o progresso se fazia e os carros também mudariam. Tudo era coisa do passado e por isso mesmo jamais voltariam...

Ainda bem que posso dizer. Que este lero-lero é umas pivicas !

A coisa não se apagou, as Carreteras estão mais vivais ainda e os Simcas mais barulhentos.

Continuamos a ser criança e a história avança como antes. Por quanto tempo mais eu não sei, mas que é muito bom ver que a história se repete, quebrando paradigmas e chavões!

Elas estão por todo lugar, e se for longe se vamos a reboque...

Obrigado meus ídolos !

Alexandre Fornari

Pivica: em dialeto do Sul e uma porcaria,besteira .


5 comentários:

Carlos Matos disse...

Bela história, a paixão nunca morre.

Paulo Maeda™ disse...

eu queria ter vivido essa época, deveria ser o máximo ver essas carreteras acelerando. A paixão nunca vai morrer!

Teca disse...

Ah... dá gosto vir aqui saber dessas histórias.

Beijos.

Fornas disse...

Paulo, elas estão por aqui. Seja bem vindo. O Ronco , aquelas latas amarrotas de várias lutas . Apareça !
Fornari

Joel Marcos Cesetti disse...

Bela história,o pessoal do Sul realmente são apaixonados por automobilismo e com grande intensidade valeu.