8.10.08

RICARDO BIFULCO - O ARTISTA

Passeando pelo blog do Sanco e do Tohmé alguns dias atrás, me deparei com os trabalhos do Ricardo Bifulco. Fiquei impressionado com a qualidade do acabamento, os detalhes, as rodas, os decals, etc, et, etc.
Aí perguntei como é que ele faz pra conseguir tal resultado. E o cabra respondeu. Leiam e elogiem, please!

Sobre as carreteras, eu uso como base, kits estáticos da década de 60 da marca Pyro (Chevrolet 1937 coupe e Ford 1940 Coupe)na escala 1/32, sempre. É um parto achar estes kits, pois estão fora de linha há mais de 40 anos e quando aparecem no Ebay, tem muita gente disputando, o que inflaciona ainda mais o preço...
Para seguir o "espirito das carreteras", eu modifico a carroceria com placas de plástico estireno 1mm e vou cortando, emendando, etc, tal, qual como os construtores faziam na época com as chapas de metal nos carros verdadeiros.
Os chassis são construidos também por mim, utilizando varetas de eletrodo de solda de funileiro (um pouco mais duro que o latão e mais mole que o aço), e chapas de latão de 1mm.
Dentro do possível, eu procuro sempre utilizar um motor e transmissao da época, para manter a mecânica o mais original e histórica possível.
As rodas e eixos são normalmente da época, ou reproduções atuais que seguem os mesmos padrões, assim como os pneus.
A pintura, no caso das carreteras é na maioria das vezes em Duco, ouAcrilico automotivo. Já as decais, eu faço a arte no Corel e imprimo em papel decal, próprio para jato de tinta e invernizo antes de aplicar. (ahhh se eu tivesse uma Alps printer....)

Os demais detalhes são todos feitos a mão, de acordo com a necessidade e o projeto. Por exemplo, a carretera do Camillo, tem os escapamentos feitos em arame de latão, dobrados e soldados um a um em uma peça que vai presa ao chassis, depois, pintados com tinta "alclad", que simula qualquer tipo de metal.
Cada projeto, pode levar de 3 meses (se for demasiado simples), ou chegar há mais de 5 meses, como foi o caso da carretera do Camillo. Tudo depende da complexidade.

Como normalmente eu faço isto nos finais de semana ou tempo livre que aparece eventualmente, acaba demorando muito...
Atualmente estou com vários em andamento e se tudo de ceto, logo logo vou encher o saco de voces de novo com mais fotos :):)
Se vocês tiverem alguma dúvida, estou sempre por aqui, ok?
Vamos continuar nos falando!!!!!
Um abraço,
Ricardo Bifulco

15 comentários:

Kaio Braga disse...

LINDO PRA CARAMBA!!!!!;}

tohmé disse...

O cara é artista.
Realmente as peças são lindas.

Gustavo disse...

Muito bom trabalho, realmente um grande artista. Deixo meus parabéns!!!

Joel Marcos Cesetti disse...

Realmente este é o verdadeiro artista e construtor, é preciso ter muita noção e conhecimento.

Parabéns !

arare.ilustraçoes disse...

Excelente trabalho, falar mais o que?
O cara é um artista!!!
Parabéns Ricardo, muito bom seu trabalho, vou ficar esperando os próximos...

Anônimo disse...

Tive a sorte de ver ao vivo e a cores alguns trabalhos do Ricardo em interlagos ,simplesmente impressionante!

Jonny'O

Marchesi disse...

pô Mauricio, como você me diz que tá por fora!Eu ví seu desenho no Blig do Gomes e ficou muito bom,mesmo!Eu achei que ele fosse usar o seu desenho!

Ron Groo disse...

Maravilhoso. Uma mão de obra incrivel.
Será que é possivel fazer um parachoque para uma mercedes sl 500? escala 1.18 que eu tenho e que perdeu a peça?

Ricardo disse...

Espetacular !!! Lindo e excelente trabalho do Xará , ainda por cima na escala 1/32 . PARABÈNS . Sou Plastimodelista hà mais de quarenta anos , tenho alguns bons modelos e conheço o trampo que dá fazer um modêlo dêsse . Como dizem os modelistas , sou um colador de peças . Não é bem assim ... você sabe , mas aceito na boa a gozação . rsrs Meu pai corria com Carreteras , estou tentando fazer uma igual a dêle na escala 1/24 e tô apanhando mais que cachorro ladrão , mas um dia ela sai . Ricardo , se possível gostaria de trocar umas idéias com você , principalmente sôbre a tecnica das decais . Ti mandaria umas fotos da Carretera e outras do modêlo no atual estágio , quem sabe você poderia me dar uma luz . Porque realmente estou meio perdido , tanto que faz algum tempo que o modêlo está parado . Quem sabe , com algumas dicas sua eu consiga terminar a Barata . O co-piloto do Orlando néssa Carretera , o Italo Bertão , foi tambèm co-piloto do meu pai nas Mil Milhas de 1959 . Se der , me de um toque no meu e-mail merccato@hotmail.com , assim da para conversármos com calma . Ok ?
Desde já , muito obrigado .
Maurício , desculpe tomar o espaço com outro assunto , mas não podia perder éssa chance . Não é tôda hora que temos a oportunidade de cruzarmos com uma féra déssa . Concorda ? Muito obrigado
Um forte Abraço

Ricardo

Anônimo disse...

Olá Maurício! Olá pessoal!

Obrigado por postar a foto!!!

Fico contente que voces gostaram. Olha,todos estes carros são de autorama e (as carreteras principalmente) andam muito!!!

Ron, se eu puder te ajudar com alguma dica ou sugestão para construir a peça, estou por aqui, ok?

ô Ricardo! Por acaso você é filho do Ricardo Mercedes que correu na Carretera Ford #94 na Mil Milhas de 59?? Que legal! Vamos nos falar!
Tem fotos da carretera???

Olha pessoal, meu email é: ricardobifulco@ajato.com.br.

Eu agradeço muito os elogios. Eu tento aplicar o que fui aprendendo com os meus amigos mais velhos durante os anos. Eles sabem muito :). Modelismo é isso. A gente aprende, repassa o que sabe e vai aperfeiçoando.

Maurício, estou anexando o link do photo album, ok?
http://s141.photobucket.com/albums/r42/ricardobifulco/?action=view&current=ANDREATTA_FORNARI_MM56_new_.jpg

Um abração a todos e muito obrigado novamente!

Ricardo Bifulco

Mauricio Morais disse...

Galera, entrem no link que o Bifulco deixou no comentário dele. Se vocês forem como eu, vão viajar por horas nas fotos altamente detalhadas do foto álbum do amigo. Como dizem...eu ricumendo! rs, rs.

paulo bracchi disse...

Nunca é demais elogiar um trabalho primoroso como este.Parabens,e estaremos aguardando novas fotos.Paulo Bracchi.

Mauricio Morais disse...

Valeu Paulo, vamos fazer torcida para o artista aparecer mais por aqui.

oliver disse...

Beleza de tópico.

Quem já montou algum kit, sabe a dificuldade que é.

Isto falando dos prontos (colar e pintar).

Mas fazer, transformar, é coisa pra poucos, muitos poucos.

Já a perfeição do resultado final, transforma uma parcela entre estes poucos em "artistas".

Sem dúvida, é o caso do Ricardo.

xogetill disse...

I don’t usually reply to posts but I will in this case.

cialis