7.4.08

SIMCA 13 - Piloto Sérgio Cardoso

Sérgio passando concorrente

Sérgio Cardoso sendo aclamado após 1ª corrida, 1966.

Sérgio Cardoso no pódium



Entortando na Curva Norte

Sérgio e "Memória" antes da corrida

Sérgio na Curva Norte

Largada, Sérgio com Simca, Autódromo do Rio de Janeiro, 1966
Largada 1966, Prova de Estreantes


Da esq. para dir.: Armando Braga, Ssérgio Cardoso, Dr. Jivago

Recebi e-mail do grande Sidney Cardoso, que repasso aos amigos do blog.
Maurício, como você sabe, atendendo pedido de nosso amigo Dinho Amaral e de seu pai Alfredo, irei levar meus quadros com as ilustrações que adquiri de você pra ficarem em exposição no CLASSIC ENDURANCE RIO 2008, promovido pelo Dinho Amaral.

Como você sabe não são poucas, pois além das que você fez de nossos carros irão também as outras que adquiri, como as do Fitti-Porsche, Fitti-Fusca com dois motores, Fitti-Creations, Fittipaldi-Fusca 1600, Equipe Willys, Simca-Achcar, Alfa Romeo P-33 com o Moco, carretera do Camilo Christófaro, Malzoni do Wilson Marques Ferreira, a do Fúria que me foi presenteada por Paulo Trevisan,etc,etc.
Olha, só agora percebi, que o Simca de meu irmão Sérgio Cardoso que foi o primeiro carro de nossa equipe, não havia enviado as fotos pra você, pois só as recebi de sua ex-noiva muito tempo depois.

A qualidade das fotos deste Simca não está boa, pois naquela época ainda não conhecíamos o fotógrafo Waldir Braga nem tínhamos sido agraciados com a amizade dele, mas confio em sua sensibilidade pra fazer a ilustração dela. Como meu irmão foi o primeiro a correr de nossa equipe, por conseqüência acabou sendo o fundador dela, e em apenas 2 anos e pouquíssimos meses conquistou 17 troféus - em sua maioria na primeira colocação, performance rara de ser encontrada no automobilismo - gostaria de prestar minha singela e justa homenagem a ele.

Desculpe-me, pode parecer arrogância, mas não estou falando de mim, e acho que seria discriminação, isto sim, por ele ser meu irmão não falar de seus belos feitos e do quanto era veloz. Portanto, vou te enviar umas fotos dele com seu Simca e te peço para fazer uma ilustração, sinceramente, não pra colocar aqui, mas para que eu possa homenageá-lo lá.
Abração, Sidney.

10 comentários:

Anônimo disse...

Maurício
Gostaria que o Sidney exclarecesse, pelo que me contaram o Sérgio Cardoso só tinha feito uma corrida com o Simca. Olhando as fotos está me parecendo que são duas largadas diferentes. Numa foto aparece a Simca dele com um Jk e um 1093 na outra aparece duas Simcas e um JK. Está me parecendo que são corridas diferentes.
Marcio Figueiras

Anônimo disse...

Mauricio:

Nas minhas anotações constam duas corridas disputadas pelo Sergio Cardoso pilotando o Simca # 13:

25/09/1966 - Primeira Etapa do Campeonato Carioca de Estreantes - Sétimo colocado

09/10/1966 - Segunda Etapa do Campeonato Carioca de Estreantes - Primeiro colocado

Depois dessa corrida ele passou a correr com a Alfa Romeo Giulia, vencendo as três corridas seguintes do Campeonato.

Um abraço.

Ricardo Cunha

Sidney Cardoso disse...

Marcio Figueiras
Bem observado, as fotos das largadas são de duas corridas diferentes.
A que aparece o 1093, o JK e a Simca são da largada da primeira corrida, a outra onde aparecem as duas Simca e o JK no meio é da segunda corrida com as datas que Ricardo Cunha deixou.
Ricardo Cunha
Muito obrigado pelo favor de ter respondido, tive compromisso hoje ficando o dia inteiro fora.
Foi isso mesmo, ele fez as duas primeiras corridas com a Simca.
No treino com ela para a Terceira Etapa de Estreantes o motor fundiu, então ele adquriu a Alfa Giulia TI de Piero Gancia e passou a correr com ela.
Na última etapa, após vencê-la, se inscreveu na dos pilotos que era no mesmo dia, logo a seguir. Liderou esta, se não me falha a memória, até a 28 volta de uma corrida de 30, quando dechapou um pneu caindo no lago.
Também possuo a foto desta largada com a Alfa na frente sendo seguida pelo malzoni do saudoso Norman Casari e a Berlineta do Sérgio Peixoto de Castro, não enviei para nosso amigo Maurício porque estávamos falando da Simca.
Abraços a todos.

Mauricio Morais disse...

Sidney, pode mandar a foto que eu publico aqui. As informações são tão dinâmicas e ricas de conteúdo que de um tema passamos a vários outros. Abs.

Mauricio Morais disse...

Ricardo, mais uma vez obrigado pela participação sempre rápida e certeira.

Anônimo disse...

Obrigado ao Ricardo Cunha e ao Sidney Cardoso pelos exclarecimentos e obrigado ao Maurício Morais por estar colocando histórias da época de ouro do automobilismo nacional.
Fico agradecido a todos vocês antes da inaternet a gente só sabia de poucas coisas pelas revistas hoje podemos conversar conversar com aqueles pilotos que eram tão distantes de nós.
Tem horas que penso que estou sonhando.
Marcio Figueiras

Mauricio Morais disse...

Márcio realmente parece que estamos todos sonhanddo. A internet é muito democrática e apesar da distância que temos uns dos outros, ela acaba nos unindo. É muito legal e ao mesmo tempo estranho, diferente.
Continue participando do blog, ok?

Anônimo disse...

Grande Mauricio

Que traço hein amigo...parabens

Continue ajudando a resgatar e manter viva a memória do automobilismo brasileiro, pois se depender de dirigentes estamos na roça...como se diz aqui na velha Santo André
Francisco

Mauricio Morais disse...

É isso aí Francisco...o povo unido jamais será vencido, he, he.

Rejane disse...

Olá Maurício,
Meu pai foi Ruy Calheiros Bomfim (o RC Bomfim da coluna de automobilismo do Correio da Manhã). Estou organizando material que ele deixou, artigos que escreveu. Ele gostava muitíssimo do Sergio Cardoso, dizia que era um piloto corajoso e de muito futuro. Eu era pequena, mas lembro da tristeza dele com a perda do Sergio. Tem uma foto da coluna dele no seu blog, fiquei feliz de ver. Tenho algumas coisas interessantes, como matérias sobre a inauguração do Autodromo de Jacarepagua, se interessar depois te mando.

abraços