21.3.08

SIMCA TEMPESTADE

Recebi este e-mail com muitos detalhes sobre a história do Simca Tempestade que repasso a vocês. Muito obrigado ao Rui Siqueira pela inestimável colaborção.

Maurício, boa tarde.

O Simca Tempestade, também conhecido por Perereca, Vendaval e TGT foi um protótipo criado no depto. de competições da Simca. Na época o chefe da equipe de competições era o Ciro Cayres, que acumulava as funções de chefe e piloto da equipe.

Em 1961, quando assumiu a chefia desta equipe de fábrica, o Ciro era um dos melhores pilotos do Brasil e possuía uma Maserati 250F com motor Corvette. Ao assumir a chefia substituiu o motor Corvette por um Simca e para ele os resultados foram desastrosos, pois o Corvette tinha uns 300 HP e o Simca uns 140. Ciro perdeu todas as corridas da categoria Mecânica Continental que participou em 1962 e 1963. Os Simcas Chambord utilizados nas outras competições eram muito grandes e pesados e competiam em desvantagem, pois a Willys ganhava todas utilizando o Interlagos, um carro com um motor pequeno, mas muito bom em competições.

No final de 1963 Ciro e o Engº George Perrot, gerente de desenvolvimento da Simca, decidem fazer um protótipo para enfrentar os Willys Interlagos.O carro escolhido como base foi a Maserati 250F do Ciro, um formula 1, igual ao campeão do mundo em 1957, pilotado pelo Fângio. Não seria muito difícil criar uma carroceria para vestir o chassi Maserati devidamente alterado. Acreditavam que, desta forma, ganhariam muitas corridas, pois se na Mecânica Continental eles enfrentavam carros com 300 Hp ou mais, nas corridas em que participariam com o protótipo iriam enfrentar carros com potencias de no máximo 90 Hp. Os 140 do Simca era mais do que suficiente.

Este projeto foi apresentado à diretoria e o engº Jean Pasteur, presidente da Simca, exigiu que a mecânica completa de um Simca Chambord fosse utilizada no protótipo. Isto matou a idéia original.O Tempestade foi construído em 8 meses e da Maserati só utilizaram a suspensão dianteira e as rodas. No chassi tubular, feito especialmente para o Tempestade, os suportes da suspensão dianteira eram iguais aos da Maserati, para possibilitar sua montagem. Hoje, algumas pessoas afirmam, erroneamente, que o chassi era o da Maserati. No máximo, o chassi do Tempestade foi derivado do Maserati.

O desenvolvimento deste carro foi muito prejudicado pela chegada dos Abarths Simca e pela contratação do Chico Landi como chefe de equipe. Com a volta dos Abarths à França, o Chico encostou definitivamente o Tempestade e começou a desenvolvimento do Simca GT Spyder, um carro feito sobre a plataforma do Simca Chambord.

O GT Spyder nunca correu pela equipe de fábrica e a sua única participação de destaque foi no filme "As Cariocas", quando foi dirigido pela Norma Bengell...Ai a Chrysler chegou (era dona da Simca France desde 1963) e encerrou as atividades do depto. de competições.

O Simca Tempestade participou de 9 corridas, venceu 2 e, provavelmente, foi sucateado.Vou escrever um texto sobre o Tempestade, contado mais detalhes do o seu polêmico chassi e a sua participação, também com detalhes, nas 9 provas.

Notas:Visite http://www.forumnow.com.br/vip/foruns.asp?forum=41872, o fórum do site Simca do Brasil (www.simca.com.br) e no tópico "Tempestade" irás encontrar farta matéria sobre este carro e ...Para participar é necessário ser um usuário registrado, mas você pode ler tudo como visitante.

Abraços, Rui Siqueira.

4 comentários:

Anônimo disse...

Rui Siqueira
Parabéns pela bela matéria e seu grande conhecimento do assunto.
Meu irmão Sérgio Cardoso correu com um Simca Emisul e tinha um Chambord de passeio, adorava aquele carro, não apenas por sua bela linha que achava parecida com um dos mais bonitos carros que já vi o Chevrolet Bel Air 56, bem como a boa visibilidade e conforto interno.
Duas dúvidas que penso talvez você saiba responder :
1 -Era comum o Simca Chambord apresentar problema na parte elétrica?
2 - O Rádio do Simca naquela época 66, apresentava um dos melhores sons de carros montados aqui, em minha humilde opinião.
No do meu irmão acontecia uma coisa curiosa, quando estávamos subindo a estrada do Joá o rádio, algumas vezes, captava conversas de pilotos de avião em ondas curtas. Isso era comum?
Te pergunto por pura curiosidade, a fim de matar minha dúvida, devido esta oportunidade única que a internet nos propicia de entrar em contato com tantas pessoas especialistas em cada assunto.
De forma nenhuma pense que estou querendo gozar o Simca, muito pelo contrário, pois naquela época difícil era encontrar um carro que não apresentasse algum problema característico que mais tarde com a evolução foram sanados.
Desde já agradeço sua colaboração e meus renovados parabéns por estar nos trazendo a história de um carro que amei muito.
Se puder falar um pouco também e enviar fotos do Simca CG para o Maurício ficaria agradecido, vi e gamei à primeira vista.
Sidney Cardoso

Anônimo disse...

Sidney Cardoso,
Grato pelos elogios.
Não sou um especialista em Simca, apenas um intruso que há 6 anos está juntando tudo o que encontra sobre o Simca Tempestade (ou Perereca, Vendaval, TGT, etc).
Quanto às perguntas, não tenho como lhe responder, mas vou ver com o pessoal do fórum Simca às respostas corretas.
Agora, me esclareça: - o que é um Simca CG?
Rui Siqueira

Anônimo disse...

Rui Siqueira
Desculpe-me, mas na minha opinião você não é um intruso é, sim, um apaixonado pelo Simca e, nesta qualidade de estar há 6 anos juntando tudo sobre o Simca Tempestade, penso que podemos chamá-lo de especialista.
Olha, posso estar enganado, mas na minha modesta opinião, tanto o Simca Tempestade quanto o Simca-Achcar de nosso amigo Ricardo Achcar, foram inspirados no Simca CG, sendo que pra mim o mais bonito deles foi o Simca-Achcar que Maurício Morais tão bem retratou em sua ilustração com as fotos que encaminhei pra ele.
O CG vem das iniciais de dois irmãos Chappe e Gessalin.
Estes dois irmãos primeiro trabalharam para o Renault Alpine, depois se juntaram à Simca e criaram o Simca CG, de início em 1966, com apenas 40 HP e 944cc.A partir daí foram aperfeiçoando-o aumentando a cilindrada, etc. chegando a 2160.
Vou enviar umas fotos dele para o Maurício Morais e ele poderá te enviar.
Ah, tenho um almoço com Ricardo Achcar na próxima quinta-feira, vou aproveitar e perguntá-lo se ele não se inspirou no Simca CG pra fazer aquela linda Berlineta com motor Simca.
Forte abraço,
Sidney Cardoso

Anônimo disse...

Sidney,
O Tempestade é mais velho, nasceu em 1964. Talvez o irmãos Chappe e Gessalin tenham visto uma foto do Tempestade e...
A construção do Tempestade tem início no final de 1963 e sua primeira corrida foi nos 1000 Km de Interlagos, em agosto de 1964. Liderou esta prova durante as três primeiras horas e parou por quebra na suspensão, alias a mesma suspensão responsável pelo apelido Perereca.
Outra coisa, acho que a berlineta do Ricardo Achcar também é anterior ao CG.
Um grande abraço,
Rui