24.3.08

SIMCA TEMPESTADE (Continuando)

Perereca na pista. Que maldade chamar uma belezura dessas de perereca, apelidassem de canguru, cabrito, sei lá, mas perereca. É o sarcasmo brasileiro que não perdoa mesmo.

Bem, será que dessa foto gasta pelo tempo sairá uma ilustração digna do desafio que foi construir esse carro?

Um comentário:

Anônimo disse...

Maurício,
Esta foto foi tirada em uma curva, nas 12 Horas de Brasília, em 1965. Nesta prova o Tempestade chegou em 4º, pilotado pelo Marivaldo Fernandes e Pedro “Jahu”.
Como vc pode ver a frente esta levantada e a traseira rebaixada. Isto ocorreu devido a curva e a suspensão do Tempestade. Alias, o apelido Perereca foi provém desta suspensão...
Rui Siqueira