5.2.08

POLAR SUPER VÊ - 1980

Eis que o grande CAÍQUE "MATRA" PEREIRA, apareceu para completar o nosso album de figurinhas. Cara, muito obrigado pela ajuda, agora dá para trabalhar as ilustrações de cada carro com fidelidade histórica. É isso mesmo, vem aí um pôster que irá reunir todos estes campeões da Fórmula Super Vê de 1974 a 1980.
Antônio Castro Prado, o último campeão da Super Vê.

10 comentários:

Beegola disse...

Esse carro exibe a pintura da equipe Philips, que era liderada pelo Marcos Troncon. Era um dos exemplos de profissinalismo da época, graças à visão do Tronca em fazer tudo como no primeiro mundo. Num momento de vacas gordas o paulista chegou a pensar em construir seu próprio chassi, coisa que não vingou.

Ron Groo disse...

Po Mauricio, o beegola tem toda razão, eu fui chegar a AA e é mesmo o patinho feio de Alex Dias Ribeiro. Peço desculpas...
E por favor Beegola, onde posso comprar as AA que me faltam... Fiquei vidrado na revista e não consegui aquele em que tem a história do Ford Corcel, meu carro predileto. Obrigado por ter instalado a pulga confortavelmente atrás de minha orelha. Tive que ir atrás das minhas AA para ter certeza e que legal... revivi cada momento de quando comprei as revistas. Brigado mesmo... Espero ir mantendo contato.
Abraços.
E belissimo trabalho Mauricio, logo vou por o link pra cá, assim que o Ig deixar que eu chegue ao painel de controle de meu blog.

Joaquim disse...

Êpa, Mauricio!!!

O Beegola tem razão, essa pintura era da equipe Phillips do Marcos Troncon, da qual já falei num post anterior.Por ela correram Troncon, Bragantini e Júlio César Pinheiro.

Joaquim disse...

Mauricio,
Lamento não poder ajudá-lo melhor, monopostos nunca foram o meu forte, mas me lembro que o patrocínio do Castro Prado era das confecções McChad. Talvez a dica ajude algum blogueiro a lhe mandar uma foto.

Abs.

Mauricio Morais disse...

Tranquilo Joa. Com calma vamos recontando a história. He, he.
Abs.

Beegola disse...

Maurício,

Além da McChad, o Pradinho exibiu em seu Polar o logo da Construtora Balbo, que tinha como mascote um castor. Como era o Sid Mosca que pintava seu carro, ele talvez possa ser a fonte de onde vc pode beber. Lembro que o fundo do carro era branco, com detalhes em azul e vermelho. O grande barato dessa pintura é que ela conseguia passar a ilusão de que o bico do carro era muito mais leve e largo do que realmente era.

Caíque. disse...

Mauricio,

já lhe enviei uma foto do Prado com o Polar McChad,

Abraço.

Mauricio Morais disse...

Valeu grande Caíque. Muito obrigado.

João Rocha Azevedo disse...

Boa tarde Mauricio.
Fiquei muito feliz em ver a foto do Antonio, sou primo dele se tiver mais coisa me fale.

João Rocha Azevedo disse...

Boa tarde Mauricio.
Fiquei muito feliz em ver a foto do Antonio, sou primo dele, e sempre procuro coisas sobre ele, q deixou muita saudade.
Abraço