FUSCAS MARAVILHOSOS Dentro da série dos Fuscas Maravilhosos apresento um modelo que confesso não conhecia.
É o Topo Gigio, (Pra quem não está na faixa dos 40, Topo Gigio era um ratinho italiano, personagem de TV que apresentava um programa junto com Agildo Ribeiro. Guardando as devidas proporções, seria como o Louro José e a Ana Maria Braga nos dias de hoje.)
Não se trata de um Herbmüller (acho que se escreve assim) com capota, e sim um fusca com capota de Karman-Ghia, quanta criatividade.
Mas vou repassar a vocês o conteúdo do e-mail que explica um pouco a foto.

Prezado Maurício sou de Recife e fui piloto de 1979 a 1985, e vejo diariamente o seu blog , foi quando me deu vontade de mandar esta foto do fusca da Sael, pilotado por Ramon Cortizo aqui em Recife.

Espero que você possa fazer um desenho deste bólido apelidado de Topo Gigio (nome dado pelas entradas de ar laterais tipo orelhão)...


...o capô dianteiro tinha um rebaixamento chegando ao radiador de óleo, o motor era 1800cc, para a época um absurdo e a capota foi de um karman-Ghia , se você notar o desenho lateral caia feito uma Porsche 911.

Elias Alexandre de Moura.

O Elias mandou outras fotos que vou publicar mais tarde.

Como sou de Goiás e faz pouco tempo que moro no nordeste, não conheço nada da história automobilística da região. Por isso, a partir de agora estou abrindo este espaço para divulgar fotos e causos das pistas nordestinas, que já foi muito rico e criativo, oxente.

Comentários

Sidney Cardoso disse…
Elias, aceite meus sinceros PARABÉNS!
Desde que acompanho este blog jamais vi carro tão original como este.
Aqui do RJ, jamais podia supor que alguém de terra tão distante da nossa, tivesse bolado um carro de corrida assim.
Nunca vi um Fusca parecido com este, e olha que já vi muitos.
Como vc falou devia andar uma barbaridade mesmo, 1800cc e com essa aerodinâmica, os 1600cc bem preparados já andavam bem.
Interessante que, à primeira vista, achei ele esquisitão, parecia uma trapizonga, não o liguei à imagem de um Porsche, mas depois que li o que vc escreveu, não é que lembra mesmo.
As características narradas por vc mostram que quem o fez sabia das coisas.
Este carro pra mim foi o melhor exemplo de que a aparência à primeira vista pode nos enganar.
Espero, sinceramente, que assim como vc, mais pessoas de toda parte deste país, siga seu exemplo. Vou usar uma frase batida, mas é a que me vem agora, que vc seja o primeiro de muitos que nos brindarão com essas verdadeiras jóias raras escondidas em algum baú logínquo.
Se prepare que Maurício, que não fica pra trás quando o tema é criatividade, deve fazer umas das mais bonitas que já apareceram aqui, estou intuindo isso.