Terminei nosso intrépido Malzoni e seu não menos audaz piloto Wilson Marques Ferreira
navegando em uma pista molhada. Bem, a chuva foi invensão minha. Na foto de referência a
pista está seca.
Abro espaço para o próprio Wilson contar algumas coisas dessa parceria entre homem e máquina.
Em tempo. Pode pedir seus pôsters.
Errata: Mudei o número do carro para 99 que era o numeral do Wilson. O 10 era usado pelo Marinho.

Comentários

Anônimo disse…
Mais uma vez meus parabéns, Maurício. Sou louco por Malzonis. Para mim é o mais belo carro construído no Brasil e tua ilustração ficou ótima.
Luiz Eduardo
Mauricio Morais disse…
Obrigado Luís. Realmente o Malzoni é uma bela máquina.
Você pode adquirir esse pôster no formato A3. Pelo e-mail posso dar mairores detalhes. Forte abraço.
augusto disse…
Prabéns por resgatar estas preciosidades. Quando vai "pintar" o protótipo mais vitorioso do automobilismo nacional? Bino MarkII.
Grande abraço
Augusto
Mauricio Morais disse…
Estou preparando uma série com os protótipos Bino para homenagear o Grecco. Um dia sai.
Anônimo disse…
Maurício
Você falou uma coisa interessante : parceria homem-máquina.
Gostei da expressão, porque quando estamos dentro de um carro de corrida fica uma parceria tão grande que sentimos como se o carro fosse uma extensão nossa.
Por isso aceleramos, mas tratando-o com carinho.
Abração
Wilson Ferreira